Wesley Matos encara possibilidade de acesso como se fosse a última da carreira

O zagueiro Wesley Matos, um dos principais jogadores do Vila Nova na temporada, não vê a hora de repetir o feito que conseguiu com o América-MG em 2015: conquistar o acesso para a Série A. Aos 31 anos, o jogador ainda não fala em encerrar a carreira, porém, sabe que as chances de voltar a disputar uma primeira divisão nacional podem ficar mais escassas a cada ano.

Depois do acesso com o América-MG, Wesley transferiu-se para o Goiás e disputou a Série B no ano passado. Segundo o jogador, a vontade dele é a mesma dos companheiros. No próximo sábado, o Vila Nova, que ocupa a quarta posição no Campeonato Brasileiro, recebe o Brasil de Pelotas, e, se depender do zagueiro, será mais uma decisão.

– Falo opor mim. Tenho 31 anos. Não sei quando vou poder subir outro time e jogar a Série A. Estou encarando como a última chance da minha vida. Está sendo diferente. É o que todos pensam, todo mundo assimilou. Vamos buscar com unhas e dentes – disse Wesley Matos nesta quinta-feira.

No primeiro turno, em Pelotas, o Vila Nova jogou mal e perdeu por 3 a 0. O Brasil foi o único time a fazer três gols no Tigrão nesta edição da Série B. Ciente do potencial do adversário, o capitão colorado prega respeito, mas espera que o Vila não volte a perder para um mesmo rival.

– É um time difícil, o único que fez três gols em nós. Sabemos os pontos fortes e fracos que podemos explorar. Mas agora é um jogo diferente, agora estamos em nossos domínios, com apoio da torcida. Temos que fazer valer o mando de campo e não podemos perder pontos para eles novamente. Temos 90 minutos para ganhar o jogo. Será difícil, é um time que compete muito.

Fonte: Globoesporte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!