Vila Nova joga mal e com um a menos é goleado pelo Brasil de Pelotas

A reação foi imediata. No jogo seguinte à goleada sofrida para o Luverdense, o Brasil de Pelotas tratou de afugentar seus fantasmas. E nada melhor do que junto à torcida. Com dois gols do centroavante Lincom e outro de Rafinha, o Xavante venceu o Vila Nova por 3 a 0 na noite deste sábado, no Bento Freitas, pela oitava rodada da Série B.

O JOGO 

Depois de ser goleado pelo Luverdense por 4 a 0, Rogério Zimmermann fez mudanças no Brasil. As principais delas, as saídas do lateral-esquerdo Marlon e do volante Leandro Leite. Breno e Itaqui foram para a partida. E o Brasil começou em cima do Vila Nova. Aos 10 minutos, Rafinha fez jogada individual pela esquerda e chutou cruzado. Wendell espalmou, e Bruno Lopes quase marcou no rebote. Aos 21, os visitantes responderam com Alípio, que invadiu a área pela esquerda e tocou para Alan Mineiro, mas o meia furou em bola. O gol xavante só viria aos 42, quando Itaqui roubou a bola na intermediária, passou por um marcador e deu a Lincom. O centroavante dominou, driblou Maguinho e bateu forte de canhota no contrapé de Wendell

No intervalo, Hemerson Maria trocou Mateus Anderson por Jajá. Mas quem chegou com perigo logo nos primeiros segundos foi o Brasil, em chute de longe de Rafinha. Em seguida, Maguinho fez falta dura, recebeu o segundo amarelo e deixou o Vila com um a menos. A vantagem no placar foi ampliada aos 26, mais uma vez com Lincom. O camisa 9 recebeu um passe de cavada do zagueiro Evaldo e, sozinho, em posição regular, encobriu o goleiro. Nos acréscimos, ainda sobrou tempo para Rafinha marcar um golaço em cobrança de falta lateral.

O Vila Nova não mostrou em Pelotas o futebol que o credenciou à terceira posição da Série B. Foi envolvido desde o início pelo Brasil e quase não criou chances. Na melhor delas, Alípio avançou a dribles pela esquerda e tocou para Alan Mineiro de frente para o gol. Mas o meia furou em bola. Com a expulsão de Maguinho no começo do segundo tempo, a situação piorou ainda mais e vieram outros dois gols. Devido à incompetência dos rivais, o time goiano encerra a rodada na mesma colocação em que estava.

Depois de entrar em campo na zona de rebaixamento, o Brasil subiu para a 12ª colocação, com 11 pontos. Na próxima terça-feira, faz o primeiro clássico gaúcho da Série B, fora de casa, contra o líder Juventude, às 19h15. Já o Vila segue em terceiro mesmo com a derrota, com 14 pontos. Na terça, o adversário será o Ceará, às 21h30, no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA
 
BRASIL 3X0 VILA NOVA
Estádio Bento Freitas (Pelotas).
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF). Assistentes: José Reinaldo Nascimento Júnior (DF) e Leila Naiara Moreira da Cruz (DF).
Expulsão: Magno Silva (Vila Nova) 1’ do 2º tempo.
Brasil de Pelotas: Eduardo Martini, Wender, Leandro Camilo, Evaldo e Breno; Itaqui, João Afonso, Bruno Lopes (Nem) e Rafinha; Elias (Marcinho) e Lincom (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmerman.
Vila Nova: Wendel, Magno Silva, Wesley Matos, Brunão e Gastón Filgueira; Geovane, PH, Alípio e Alan Mineiro (Vinícius Leite); Marcos Paulo(Fernando Medeiros) e Mateus Anderson(Jajá). Técnico: Hemerson Maria.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!