Resiliência do OBA contra o Santa Cruz mostra que o estádio não pode ser descartável para o Vila Nova

Foto: Comunicação VNFC

Vila Nova e Santa Cruz jogaram no sábado 09/01 com uma tempestade, que em muitos estádios faria o jogo ser paralisado. Porém, a excelente drenagem do Onésio Brasileiro Alvarenga funcionou e deu condições de jogo. Estádio que é criticado até por boa parte da torcida, mostra seus pontos favoráveis e mais além, depois de muitas temporadas o retrospecto dentro do OBA é favorável.

Por ser um estádio popular, que realmente precisa de algumas melhorias, as criticas são pesadas. Desde o início do ano a diretoria de patrimônio vem tentando deixar o OBA funcional, os esforços valeram a pena. Na primeira fase as maiores vitórias do Vila Nova foram nele, agora no quadrangular a partida mais importante até então foi decidida nele da mesma forma.

Se em outras temporadas faltava identificação dos jogadores com o estádio, agora parece que estão ajustados. OBA é a casa do Vila e precisa ser tratado como tal. Colorados esperam mais algumas reformas estruturais, porém só dessa maneira, vai cumprindo sua função.







Os comentários estão encerrados.

Pular para a barra de ferramentas