Protocolo médico feito pela CBF para o retorno do futebol será usado como exemplo para outras modalidades; confira

Um novo protocolo médico foi criado, visando o retorno do futebol no país. O protocolo pode ser usado como modelo para outras modalidades esportivas no país, como o Futebol Feminino. O documento pode ser usado no Brasileirão Feminino Série A2, que servirá como teste para o Brasileirão Série A1. A modalidade pretende usar como base o mesmo protocolo usado no Futebol Masculino, que tem como previsão de retomada entre os dias 8 e 9 de agosto.

Leia também

A intenção da CBF de usar o protocolo na Série A2 do Feminino é pela precariedade de muitas equipes, que não possuem o mesmo cuidado de equipes do Futebol Masculino e da própria Série A1 do Feminino. Diferentemente da modalidade masculina, a entidade ainda não discutiu nenhuma data para retorno das atividades. Lembrando que as duas divisões já iniciaram a competição. Na Série A1, a competição foi paralisada na 5ª rodada, enquanto na Série A2, na 2ª rodada.

Outras modalidades esportivas como vôlei e basquete também estão com as suas competições paralisadas. Cada confederação deve agir de maneira diferente sobre o retorno das competições nessas modalidades. Em outros países a situação é diferente. Na Liga Espanhola de Basquete por exemplo, as competições já iniciaram e nos grandes centros de futebol, as ligas também já estão em andamento, como: na Liga Italiana, a Liga Espanhola e a Liga Inglesa. Na Alemanha, a liga local foi a primeira a retornar e já se encerrou no último final de semana.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!