Presidente do Vila Nova explica porque não poderá pagar a premiação dos atletas com a cota da CBF

Foto: Sagres On




Em entrevista para a Rádio Bandeirantes 820 AM, o presidente Hugo Jorge Bravo explicou porque não poderá pagar a premiação dos atletas com a cota da CBF e garantiu que o assunto está sendo contornado pela diretoria. Só de participar da primeira fase, o Tigrão faturou R$ 540 mil e mais R$ 650 mil por avanço de fase.

Hugo Jorge Bravo quer o apoio do torcedor colorado para o jogo do Vila Nova contra o Crac pelo Goianão e quer ver o time pensando para frente e não pensar no passado. Para o mandatário, a premiação não será paga por conta das dívidas com os jogadores.

Leia também

“Vamos pensar para frente, peço o apoio do torcedor para comparecer na segunda-feira para que eu possa pagar a premiação. Não poderemos tirar do próprio prêmio da CBF, ao contrário do ano passado”, disse

Agora, o próximo adversário do Vila Nova na Copa do Brasil será a Ponte Preta e a data e o horário da segunda fase ainda não foi definido pela CBF. Enquanto isso, o Tigrão tem focado suas forças no Campeonato Goiano.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!