Vila Nova x Real Noroeste: Veja os melhores momentos do jogo

Foto: Roberto Corrêa/VNFC

Vila Nova e Real Noroeste se enfrentaram na última terça-feira (1), às 19h30, no Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga, em partida válida pelas quartas de final da Copa Verde. Apresentando uma atuação produtiva no setor ofensivo, mas em diversas ocasiões parando no goleiro adversário, o Tigre só foi capaz de empatar em 0x0 no tempo normal, triunfando através das penalidades pelo placar de 3×2. Com a vitória, o Colorado se classificou para as semifinais do torneio e agora aguarda a definição de seu adversário entre Cuiabá e Brasiliense.

Vila Nova supera atuação brilhante de goleiro do Real Noroeste e, nos pênaltis, se classifica na Copa Verde

MELHORES MOMENTOS

PRIMEIRO TEMPO

Apresentando uma postura defensiva marcante desde o início do embate, o Real Noroeste colocou em prática o mesmo plano de jogo desempenhado na vitória contra o Goiás, na rodada anterior; indisposto a permitir que os donos da casa dominassem as ações da partida, o clube capixaba visou marcar a saída de bola do Colorados, assim impedindo o adversário de construir jogadas criativas. Enquanto o Vila Nova buscava um meio para quebrar tal pressão, os visitantes exigiram do goleiro Tony duas boas defesas, em chances respectivas anotadas por Alex Pixote e Toni Galego. Com dificuldades em manter a posse de bola, os comandados de Allan Aal responderam com três boas chances, desta vez fazendo com que o arqueiro Weide se tornasse um dos heróis da etapa; na terceira oportunidade, Matheuzinho isolou a bola pela linha de fundo e, assim, encaminhou ambas as equipes para seus respectivos vestiários com o placar inalterado.

SEGUNDO TEMPO

Impondo o mesmo ritmo que havia adotado ao final da primeira etapa, o Vila Nova logo conseguiu fazer com que Weide mais uma vez salvasse a meta capixaba, quando Arthur Rezende executou uma boa cobrança de falta; já no lance seguinte, o placar da noite goiana seguiu inalterado por conta de mais um erro de Matheuzinho, que isolou a redonda ao receber um cruzamento baixo dentro da área. Desta vez sendo o clube ameaçado por uma pressão frenética na saída de bola, o Real Noroeste se viu encurralado em seu campo de defesa, com o arqueiro ainda produzindo mais três defesas antes mesmo dos 20′.

Mesmo diante de substituições feitas pelos visitantes, o Colorado manteve sua postura inabalável e, assim, chegou mais duas vezes com perigo, uma delas a partir de um chute de primeira de Dentinho, que saiu pela linha de fundo, e outra partindo dos pés de Matheuzinho, que mais uma vez forçou Weide a realizar uma boa defesa. A chance se mostrou como a última de perigo da partida, que, com o empate em 0x0, se encaminhou para a disputa de penalidades.

A fase decisiva da partida ficou marcada pelo alto número de erros em seu início, com os dois primeiros batedores capixabas errando suas cobranças, enquanto Arthur Rezende e Wagner também desperdiçaram as suas, com Tony e Weide brilhando e realizando defesas. Em seguida, na terceira leva, o Real Noroeste foi capaz de converter sua cobrança, enquanto o arqueiro capixaba impediu mais um penal, desta vez de Riquelme; na quarta leva, porém, os visitantes voltaram a não encontrar a meta goiana, enquanto Diego Tavares enfim converteu um gol para o Colorado. Após uma rodada decisiva sem erros, as cobranças alternadas viram mais uma vez os goleiros brilharem, com Tony salvando uma cobrança com o pé, enquanto Weide defendeu a tentativa de Alisson Cassiano; os lances decisivos, porém, logo foram concretizados, já que o volante capixaba Ítalo errou sua cobrança e, enfim, Railan enterrou a bola na meta para classificar o Vila Nova às semifinais.