Vila Nova publica vídeo com declaração de Sousa a respeito de suposto caso de injúria racial: “Jamais aconteceu”

Foto: Wildes Barbosa

Após conquistar os três pontos de uma forma sofrida, mas enfim ser capaz de se rotular como o líder da Série B de 2023, o Vila Nova pouco aproveitará o momento especial que vive, já que precisará focar no importante duelo da próxima rodada, quando protagonizará um clássico contra o Atlético-GO, no próximo sábado (1), às 16h, no Estádio Antônio Accioly. Em meio aos momentos de preparação, o Colorado adicionou mais um capítulo à repercussão do suposto caso de injúria racial cometida no jogo contra o Tombense, postando um vídeo resposta de Sousa falando a respeito do suposto ocorrido.

Na Justiça! Acusação de injúria racial contra atleta do Vila Nova consta em súmula da partida e STJD tomará providências

Em uma postagem feita pelo próprio clube através de suas redes sociais, o Vila Nova adicionou mais um capítulo às repercussões que têm surgido acerca do suposto episódio de injúria racial que teria ocorrido no duelo contra o Tombense, realizado na última terça-feira (27). No vídeo publicado, Sousa – acusando de ter proferido a tal injúria – se retrata negando qualquer envolvimento e culpa na situação, enfatizando que “jamais aconteceu e jamais acontecerá”, assim negando a versão apresentada pelo lateral Pedro Costa, do clube mineiro. Confira a fala do atleta do Colorado abaixo:

De acordo com o que foi reportado pelo jornalista Pedro Henrique Geninho, através de sua conta pessoal no Twitter, a acusação de injúria racial do lateral-direito do Tombense, Pedro Costa, contra o volante Sousa, do Vila Nova, foi incluída na súmula do duelo pelo árbitro Arthur Gomes Rabelo. Segundo o comunicador, a súmula do duelo entre a equipe mineira e o Colorado, protagonizado na última terça-feira (27), descreve a abordagem de Pedro à equipe de arbitragem após o término da primeira etapa, período em que o atleta do Tombense teria ouvido Sousa chamá-lo de “criolo“; a súmula ainda informa que a equipe de árbitros não ouviu ou presenciou a suposta agressão verbal. Ainda conforme o que foi informado por Geninho, diante da inclusão da acusação no relato oficial do duelo, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) abrirá um inquérito para investigação do caso.

AGENDA

Após conquistar os três pontos de uma forma sofrida, mas enfim ser capaz de se rotular como o líder da Série B de 2023, o Vila Nova pouco aproveitará o momento especial que vive, já que precisará focar no importante duelo da próxima rodada, quando protagonizará um clássico contra o Atlético-GO, no próximo sábado (1), às 16h, no Estádio Antônio Accioly.