Mosca relembra sua passagem no Vila Nova nos anos 60 e seu primeiro título pelo clube

Da esquerda para a direita, em pé: Ronaldo é o primeiro e Nelson é o segundo. Agachados: Guilherme (irmão de Tarciso) é o terceiro e Mosca é o quarto. Foto enviada por José Eustáquio

Um dos grandes nomes da história do Vila Nova, o Carlos Henrique, mais conhecido como Mosca, contou sobre a trajetória com a camisa colorada no final da década de 60 e início da década de 70. Em entrevista ao site Futebol de Goyaz, o jogador contou os bastidores e os seus títulos conquistados com a camisa do Tigrão.

Contratado junto ao Nacional, de Itumbiara, Mosca chegou para ser campeão Goiano de 1969 e foi um dos principais jogadores da equipe naquela temporada. Mesmo com apenas duas temporadas vestindo a camisa colorada, o jogador conseguiu ser um dos grandes ídolos da história vilanovense.

Mosca foi o jogador revelação do Goianão de 1968 e também chamou atenção do maior rival do clube, o Goiás, mas acabou sendo contratado pelo Vila Nova, no ano seguinte, para disputar a competição pelo Tigrão. Com corpo franzino, o jogador foi apelidado de Mosquito, que logo virou Mosca, sobre isso, ele falou:

“Acho que em razão do apelido, fiquei muito marcado também. Se fosse pelo nome Carlos Henrique talvez passasse despercebido. Mas o apelido de Mosca marcou muito. Esse apelido vem desde criança em São Paulo. Eu participava dos times de várzea com jogadores de idades maiores, eu era pequeno e me chamavam de Mosquito. Se tornou Mosca quando fui contratado pelo Nacional de Itumbiara. O repórter veio me entrevistar e ao invés de me chamar de Mosquito me chamou de Mosca. Daí pra frente, o apelido ficou”, comentou o ex-jogador.

Mosca também comentou como escolheu o Vila Nova ao invés do Goiás. “O Vila era o time de maior torcida em Goiânia na época. O último título do Vila tinha sido em 1963 e o torcedor estava ansioso para conquistar novamente o título. Cheguei em 1969 e tive a felicidade de ser campeão. Além do Goianão, também conquistamos outro títulos que fazíamos na época”, ressaltou Mosca.

O ex-jogador que é nascido em 1949 e conquistou o primeiro título profissional com o Vila Nova, na temporada 1969, revelou grande carinho pelo clube. “Eu adoro o Vila. É um clube que me deu oportunidade de aparecer para o cenário nacional. É um clube onde aprendi a conviver e gostar do torcedor, que é fanático. O torcedor sempre estava presente. Tenha certeza que esse time de 1969 e 1970 jogava pela torcida. Desejo que o Vila volte a ser aquele da minha época e que possa trazer alegrias para esse torcedor. O meu maior sonho é ver o time na 1ª Divisão jogando nos grandes centros. Tenho certeza que vai chegar”, finalizou o ex-jogador.

O Vila Nova ganhou o Goianão de 1969 diante do CRAC, de Catalão e no início de 1971, Mosca, foi contratado pela Ponte Preta. Além do clube paulista, o ex-jogador também teve proposta do XV de Piracicaba, mas optou pelo clube de Campinas.

Fonte: Futebol de Goyaz







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!