Medida do Ministério da Economia favorece Goiás, Vila Nova e Atlético-GO; entenda

Foto: Divulgação/ Comunicação do Vila Nova

Uma portaria do Ministério da Economia que foi publicada nesta semana, traz um pouco de alívio para os clubes de futebol goiano e brasileiro. Uma medida que prorrgou o prazo de pagamento dos meses de maio, junho e julho que são as parcelas do Profut e alivia os cofres do Goiás, Atlético-GO e também do Vila Nova em meio à pandemia pela Covid-19.

Leia também

Vale enaltecer que o programa Profut é de modernização da gestão e de responsabilidade fiscal do futebol nacional, que permite aos times de futebol o parcelamento de dívidas fiscais. Com a novidade, os times terão mais tempos para quitar suas dívidas com o Profut.

O pagamento de parcela com vencimento em maio pode ser quitado até o final de agosto, já a de junho tem validade até o final de outubro. Enquanto, a parcela referente ao mês de julho será prorrogado para o mês de dezembro. A ação foi celebrada pelos clubes da capital.

A medida inicial dos times é que acontecesse uma suspensão dos contratos neste ano, com as parcelas sendo remanejadas para o final do acordo. Diante disto, a CBF vai tentar aumentar ainda mais o período de prazo dos pagamentos pelo período de um ano por meio de uma edição de um Projeto de Lei, que ainda não está totalmente aprovada.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!