Hemerson Maria avalia que faltou ao Vila Nova ser mais contundente no ataque

O Vila Nova dominou a partida deste sábado quase que em sua totalidade, mas não teve tantas chances claras para marcar. Quando teve, não foi muito eficiente para convertê-las. Apenas duas finalizações foram na meta, incluindo a do volante Fernando Medeiros, que acertou um belo chute e assegurou o 1 a 1 diante do Brasil de Pelotas, no estádio Serra Dourada.

Essa leitura de jogo bate com a que foi feita por Hemerson Maria após o apito final. Na entrevista coletiva, o técnico colorado lamentou o baixo poder de fogo do Vila na tarde deste sábado, cenário bem diferente do de terça-feira, quando do 3 a 0 sobre o CRB.

Leia também
– Talvez hoje tenha faltado um pouco mais de precisão do nosso time nas finalizações. Se tivéssemos sido um pouco mais efetivos, talvez teríamos virado o jogo. Controlamos a bola, chegamos ao ataque, mas sem tanto poder de definição. Não chutamos tanto.

Por outro lado, Hemerson Maria não deixa de reconhecer os obstáculos impostos pelo adversário. Na avaliação do treinador, o Xavante teve grande atuação defensiva e dificultou a vida do Vila Nova desde o início da partida. Ele cita a forte marcação do time de Clemer.

– Às vezes olhamos só para a nossa equipe e não vemos o adversário, mas o Brasil de Pelotas fez uma grande partida. O Clemer recuou, levou o time deles mais para trás. Eles não costumam atuar tão recuados assim. Hoje as linhas estiveram muito próximas. A pouca participação dos nossos jogadores de frente foi por conta disso – justificou.

Quarto colocado com 46 pontos, o Vila tem jogos muito importantes pela frente. O próximo compromisso será contra o Ceará, concorrente direto na luta pelo acesso. O duelo será no Castelão, terça-feira, às 19h15. Depois o Tigre fará o clássico contra o Goiás, dia 14 de outubro. Ainda não há uma definição se será ou não com torcida única no estádio.

Fonte: Globoesporte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!