Gastón Filgueira diz que Vila pode ser agressivo e impor jogo contra o Ceará

Sem muito tempo para pensar no empate diante do Brasil de Pelotas, o Vila Nova já se reapresentou com foco no Ceará, rival de terça-feira, na abertura da 28ª rodada da Série B. A delegação colorada embarca já na manhã desta segunda para Fortaleza. O lateral-esquerdo Gastón Filgueira concedeu entrevista neste domingo e falou sobre o próximo desafio.

Para ele, o Tigrão precisa ser agressivo com e sem a bola nos pés mesmo jogando na casa do adversário. Em sua última partida como visitante, o Vila Nova perdeu para o América-MG. Segundo Gastón Filgueira, o segundo tempo do time colorado em Belo Horizonte serve de exemplo.

– Acho que a gente teve alguns jogos muito bons fora de casa e conseguimos resultados positivos. No último jogo não conseguimos o resultado, mas depois do gol do América-MG a postura foi outra, lembrando o último jogo fora de casa. Não conseguiram mais chutar a gol. A gente precisa se lembrar do segundo tempo contra o América-MG, controlar o rival, mesmo sem a bola, fazer marcação forte. Temos um confronto direto, o Ceará é uma equipe muito qualificada, mas a nossa também é – comentou Gastón.

Os resultados da 27ª rodada não foram bons para o Vila Nova, com exceção da derrota do Paraná para o Figueirense. Concorrentes como o próprio Ceará, o Juventude e o Oeste encostaram de vez na briga por vaga no G-4. Mas segundo Gastón, não adianta torcer contra os rivais se no Tigre não fizer sua parte.

– Não adianta. Se não faz o seu trabalho, não adianta torcer contra, pois não dá em nada.

Fonte: Globoesporte

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Content is protected !!