Entrevista com o fisiologista José Carlos(Junão)

Como é o trabalho da fisiologia com os jogadores, nessa reta final da Série B?

A parte da fisiologia teve uma grande evolução nesse ano de 2017, e vem trabalhando em conjunto com a fisioterapia e a preparação física e nossa maior preocupação é a recuperação dos atletas através dessa sequência de jogos, esses desgastes da Série B. A fisiologia nessa reta final vem controlando a parte dos treinamentos, coletando exames de CK, fazendo questionários objetivos sobre nível de cansaço, qualidade de sono, dor muscular, na verdade um feedback com os atletas, pegando o máximo de informações para conseguir recuperar o máximo esses jogadores para que eles possam estar cem por cento durante os jogos.

Como é feito o trabalho nessa época do ano, onde a umidade do ar é muito baixa, até para que o atleta sofra menos com isso?

Nessa caso, entra um pouco da integração com a parte da nutrição, a gente tenta ao máximo hidrata-los, as sequências e as pausas pra hidratação durante o treino são maiores, há consumo de frutas durante o treinamento e pós treinamento também, nossa nutricionista(Dra. Núbia Melo) nos recomendou alguns suplementos a mais, pra complementar a dieta dos atletas nesse período de umidade baixa e nós vamos acompanhando a desidratação pós jogo. Se o atleta perde em média de três a quatro por cento de líquido por jogo, logo após cada partida, nós já temos o suplemento para que o jogador recupere o peso e fique pronto mais rapidamente para o próximo treino.

Tendo em vista o jeito que o vila joga, como está o nível físico e fisiológico dos jogadores?

É uma coisa que a preparação física vem frisando pra eles, a intensidade do treino é muito alta e eles estão acostumados a treinar numa intensidade tão alta que conseguem imprimir o ritmo do treino nos jogos. Hoje, faltando dois meses e meio praticamente para o término do campeonato, podemos considerar que essa parte física do elenco do Vila Nova está cem por cento e o índice de lesão que tivemos ao longo do ano, foi teoricamente baixo, já que houveram lesões articulares como, entorse de tornozelo, coisa que foge do controle da gente. De modo geral, o departamento físico do Vila Nova comprou essa ideia nossa de prevenção, algo que fazemos todos os dias antes dos treinos, e essa integração com a nutrição, fisioterapia e a parte técnica tem dado resultado e a gente tem visto nos jogos. A gente percebe que além do grupo aguentar bem o ritmo alto durante todo os jogos, eles também estão se recuperando muito bem, o que é o mais importante. O desgaste físico acontece e o próprio grupo também comprou a ideia de que o repouso, a boa alimentação são importantes e tudo isso tem dado resultado durante o campeonato.

7 Comentários

  1. 717812 380457Wow that was strange. I just wrote an extremely long comment but right after I clicked submit my comment didnt appear. Grrrr properly Im not writing all that more than once more. Regardless, just wanted to say great weblog! 827871

  2. … [Trackback]

    […] Find More Info here on that Topic: soutigrao.com/entrevista-com-o-fisiologista-jose-carlosjunao/ […]

  3. … [Trackback]

    […] Find More here to that Topic: soutigrao.com/entrevista-com-o-fisiologista-jose-carlosjunao/ […]

  4. contact us disse:

    … [Trackback]

    […] Find More Information here to that Topic: soutigrao.com/entrevista-com-o-fisiologista-jose-carlosjunao/ […]

  5. … [Trackback]

    […] Info to that Topic: soutigrao.com/entrevista-com-o-fisiologista-jose-carlosjunao/ […]

  6. … [Trackback]

    […] Find More to that Topic: soutigrao.com/entrevista-com-o-fisiologista-jose-carlosjunao/ […]

  7. … [Trackback]

    […] Info to that Topic: soutigrao.com/entrevista-com-o-fisiologista-jose-carlosjunao/ […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code

error: Content is protected !!