De acordo com novo decreto do Governo do Estado, os clubes de Goiás não poderão treinar nos próximos 14 dias; entenda

Foto: Divulgação/Site Oficial do Vila Nova

Um novo decreto do Governador do Estado, Ronaldo Caiado, impossibilita a abertura de boa parte do comércio por pelo menos 14 dias. Após previsão da Secretaria Estadual de Saúde que previa quase 18 mil de mortes até Setembro pela Covid-19, Caiado decidiu pelo escalonamento em todo o estado de Goiás. Os treinamentos dos clubes da capital também não devem mais acontecer nesse período.

Leia também

Com a adesão do prefeito de Goiânia, Iris Rezende, os principais clubes da capital ficam sem alternativa e devem trabalhar novamente em “home office”. O Secretário Geral da Governadoria, Adriano da Rocha Lima falou em entrevista à rádio Sagres AM 730.

“Nesse momento do isolamento não (permissão para treinar), nos 14 dias de abertura sim. Por mais que você tenha controle através de testes, essas pessoas circulam. Os exames têm uma janela de identificação do vírus muito curta, principalmente o PCR, por exemplo, uma pessoa que se infectou ontem, você testa ela hoje e vai dar negativo, aí amanhã começam os sintomas e depois de amanhã ela já está transmitindo para outros. No momento em que estamos tomando medidas mais rigorosas para controlar o avanço da pandemia, não dá permitir que essas atividades aconteçam. Pelo menos nos 14 dias de isolamento, não”, pontuou o Secretário.

O escalonamento do Governo Estadual acontecerá com 14 dias de boa parte do comércio e outros serviços paralisados, e depois com 14 dias do comércio e afins aberto. O estado teve grande avanço no número de casos da Covid-19 e o número de leitos de UTI disponíveis está cada vez mais escasso, com quase 100% de leitos usados na capital do estado.

Adriano da Rocha Lima complementou sobre como serão realizados os treinamentos de Goiás, Atlético-GO, Vila Nova e Goiânia. “Os clubes terão de pensar em uma metodologia de treinamentos diferenciada que tenha essas intervalos de 14 em 14 dias. Esses atletas de alta performance podem minimizar esse impacto dos 14 dias de isolamento com atividades em casa e voltarem de forma mais intensa nos outros 14 dias”, explicou o Secretário do Estado.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!