CBF e times conversam sobre a chance de estender os vínculos de jogadores em meio à pandemia do Coronavírus

Foto: Douglas Monteiro/ VNFC

Com a possibilidade do calendário do futebol brasileiro ser estendido até o mês de janeiro de 2021, a CBF juntamente com os clubes de todas as divisões do Brasileirão, estudam estender o contrato dos jogadores. Essa proposta já vem sendo discutida desde o início da paralisação por conta do coronavírus e vem ganhando força nos bastidores da entidade. Caso isso se efetive, a Lei Pelé deverá ser revisada.

A bola está voltando a rolar pelo planeta. No último final de semana, foi a vez do Campeonato Alemão reiniciar. Países como Inglaterra e Espanha já regularizaram a volta aos treinos e a tendência é que os campeonatos voltem a rolar em um curto espaço de tempo. Entretanto, em países como França e Holanda, as competições foram encerradas, na Holanda não houve campeão, já na França o PSG foi decretado campeão.

No Brasil, a situação é complicada. O país já é o 3º país com mais casos da Covid-19 no mundo e os números de casos e mortes confirmadas vêm aumentando a cada dia que passa. Somente ontem (20), o país registrou mais de mil mortes em apenas um dia, recorde até então. A CBF ainda não tem previsão para o retorno das competições no Brasil, mas é claro que pode variar de estado para estado. No Rio Grande do Sul, por exemplo, a dupla Grêmio e Internacional já retomaram os treinamentos.







Os comentários estão encerrados.

error: Content is protected !!