Hemerson Maria revela como deseja entrar para a história do Vila Nova; confira

Em entrevista coletiva, o técnico Hemerson Maria, falou sobre o ambiente construído no clube com relação ao aspecto financeiro e destacou o carinho recebido tanto pelos funcionários, quanto pelos jogadores desde o início que chegou ao clube.

O carinho que eu recebi, o jeito que me tratam e a atmosfera que temos aqui dentro do OBA desde os funcionários mais humildes ao presidente não tem dinheiro que paga. Não pauto meu trabalho só pela questão financeira. Dou muita importância a tentar fazer história no clube e deixar um legado“, diz Hemerson Maria.

Depois de ter comandado o Vila ano passado, o treinador prorrogou seu vínculo por mais um ano no Vila Nova e agora quer seguir em Goiânia por mais tempo: “No futebol as coisas são muito dinâmicas, mas tenho o pensamento de cumprir meu contrato e ficar mais um, dois, três anos no clube. Quero contribuir para o crescimento do clube. Sou muito bem recebido e tenho um carinho que recebi poucas vezes na minha vida“, diz.

Para Hemerson, o Vila tem um grande potencial de voltar à Série A em 2019: “Vejo no Vila Nova um clube com potencial enorme. Uma coisa muito importante que ninguém compra é a paixão. Todos aqui são muito comprometidos. Estamos comprometidos a fazer o Vila Nova grande e colocá-lo no lugar que merece. Dar ao torcedor a alegria que ele entrega nos jogos. Estamos tentando dar esta vaga na Série A ao torcedor. Me identifiquei muito com o clube“, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.